Decidi(r)daMente

o 4.º poder

with one comment

Situação 1
Operação STOP a horas tardias em Lisboa.

Sr. Agente: Blá, blá, blá… Identificação e documentos da viatura.
Jornalista: Cá está.
Sr. Agente: Espere lá… Tou aí a ver PRESS. O senhor é jornalista?
Jornalista: É… sou.
Sr. Agente: Oh… Já podia ter dito. Desculpe lá, sim. Pode seguir viagem.

Situação 2
Hospital de Lisboa. Domingo, no horário das visitas.

Menina da recepção: Não pode entrar mais ninguém, porque blá, blá blá, blá…
Eu: (grrrrrrrrr!?!?!?!) Desculpe, mas nós somos os únicos familiares da pessoa em questão. Não faz sentido.
Menina da recepção: Não pode, porque…blá, blá, blá, blá….
(…)
Jornalista: Olhe, pode explicar-me porque é que não posso entrar?
Segurança que controla as entradas no hospital: Pois… sabe como é… coiso e tal… regras…
Jornalista: Isto é um disparate. Sou jornalista e não posso vir cá quando quero… Além disso, somos os únicos familiares e diz-me que não posso entrar?
Segurança que controla as entradas no hospital: Pois… coiso… ai é jornalista?! Façam o favor de entrar…

[Sem comentário possível.]

Anúncios

Written by c.lima

2010/01/26 às 19:20

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. A situação 1 já conhecia. A 2 foi novidade. 4.º poder, ein?
    pois a mim parece-me mais o 1.º!! ou então o jornalista em questão nasceu com o rabinho virado pa céu em noite de lua cheia!!LOOOL

    Pop Corn

    2010/01/28 at 18:14


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: